sábado, 2 de agosto de 2008

A CASA MUSEU DA POETISA MARIA JOSÉ FRAQUEZA

PROJECTO CASA MUSEU

O imóvel onde nasceu a poetisa, passa a designar-se por "Casa-Museu Maria José Fraqueza "
O acervo documental que permanece na Casa-Museu é constituído por livros primeiras edições de obras de sua autoria, outras publicadas em colectâneas portuguesas, brasileiras e italianas onde figuram trabalhos seus em prosa e verso, colectâneas de concursos literários por si organizados, obras prefaciadas pela autora, poemas em caligrafia artística, quadros pinturas a óleo, cassetes e cds de actividades várias organizadas pela própria com preponderância nas marchas populares, recitais, teatro, grupo de cantares, cenários feitos pela autora, etc.
.De entre os objectos pessoais, destaque para o guarda-roupa usado como madrinha das marchas populares, álbum fotográfico e diplomas.
A Casa-Museu Maria José Fraqueza passa a ter actividades culturais ligadas à Poesia e Prosa (contar contos), concursos literários e reuniões científicas e exposições, sendo um espaço de leitura destinado às crianças das escolas, com uma programação regular, indo ao encontro de um espírito aberto que responde às várias facetas da vida e obra da poetisa e escritora. Poderá abrir-se um espaço a filmagens .
A Casa-Museu Maria José Fraqueza, sendo ela a proprietária, enquanto vida, será ela a responsável pela sua manutenção e organização. Será um espaço aberto a quem deseje visitar sem intuito lucrativo. No futuro, serão os filhos a decidir a sua projecção, deixando à autarquia uma colaboração de amizade.

(Projecto para a sua concretização)
Está é a casa onde nasci. Construída em 1899. Moraram os meus avós maternos e meus pais. Pretendi fazer dela um espaço de leitura e estudo da minha obra.

A MINHA CASA MUSEU
É a casa onde nasci
A minha casa museu
Foi nela que eu vivi
E a Poesia aconteceu!...

Quando meus olhos abri
Com a luz que Deus me deu
Minha Mãe logo sorri
Seu olhar resplandeceu!

O choro primeiro poema
Logo tudo aconteceu

Hoje é um diadema
A Minha Casa Museu!

Na minha casa singela
Poderás compreender
Cada poema aguarela
Que recordar e Viver!

Assim para recordar
No dia de amanhã…
Os meus troféus vão ficar
Para sempre um talismã!

Não teria outro lugar
Um cantinho que foi meu
Para um dia recordar
A minha Casa Museu!

A Casa Museu da Poetisa Maria José Fraqueza

A casa que viu nascer a poetisa Maria José Fraqueza, de traçado típico algarvio com açoteia, pequena divisões, que tinham ao centro das abobadas uma clarabóia. Com uma corredor lateral e um sala maior com duas janelas para a rua. A porta era de reixa – actualmente diferente por se ter deteriorado.
Na sala principal estão expostos os troféus da poetisa. Diplomas de várias actividades culturais, telas a óleo pintadas pela autora, uma exposição de medalhas e troféus referentes a prémios e outras actividades. Uma Mesa com as suas obras individuais e colectivas.
No quarto de dormir (onde a poetisa nasceu) a cama do casamento de sua avó materna e por cima uma tela pintada pela Maria José. Em toda a casa podemos apreciar a sua arte para a pintura e documentos em poesia em caligrafia artística.
Em preparação a projecção de vídeos das suas marchas, teatros, recitais.

No interior da casa conservam-se, por vontade expressa da poetisa algumas peças de mobiliário antigo, pertencentes à família.

O Oratório dedicado a Nossa Senhora de Fátima é o seu cantinho precioso de orações.

Este edifício passou a ser propriedade da poetisa, por herança e aquisição da parte pertencente a sua irmã. Com o intuito de a tornar na sua Casa – Museu, providencia a sua decoração, conferindo-lhe o ambiente e aspecto que teve a sua casa berço. A manutenção e conservação é sua propriedade, proporcionando aos amigos e poetas visitas a todos o que quiserem fazer. sem fins lucrativos.



A Mesa com as obras --------- Medalhas e Placas













Os Meus Diplomas -------- -- Os Troféus e Taças


O Oratório e Algumas telas da autora

Salinha de Estar Relíquias da sua avô
O Quarto onde nasceu a poetisa

A Salinha de Estar onde em mesa de honra

estão os pais e avós maternos.

ALGUNS QUADROS E DIPLOMAS PRESENTES NA CASA








OBRA E A VIDA


Maria José Fraqueza, nasceu a 8 de Maio de 1936, na Fuseta. De origens humildes, órfã de pai aos quatro anos de idade foi seu avô e mais tarde o padrinho que influenciaram na sua personalidade. Entra na Escola primária com sete anos de idade e aos 12 anos vai estudar para a Escola Tomás Cabreira. A partir daí canta, recita, participa nas récitas nos grupos de teatro, nas marchas populares. actividades a que mais tarde se dedica intensamente ao longo da sua carreira como professora do ensino secundário. Autora de várias obras de poesia e prosa e organizadora de concursos literários (Jogos Florais).


08.08.2008 - Fuzeta






3 comentários:

Sílvia Araújo Motta disse...

MARIA JOSÉ FRAQUEZA PROFESSORA (Algarve/Portugal)

Acróstico - biográfico nº 2017
Por Sílvia Araújo Motta

M-Maria José Fraqueza, berço em Fuseta,
A-Algarve, Portugal em 8 de maio / 1936.
R-Recebe do avô-padrinho,desde os 4 anos,
I-Influência à personalidade extraordinária.
A-Aos sete anos, estuda na Escola Primária.
-
J-Jovem, ainda, na Escola Tomás Cabreira
O-Ocupa o espaço artístico do Teatro,
S-Sabe cantar, dançar, recitar sobremaneira,
É-Encantada com as marchas populares.

F-Feliz Educadora na Escola Secundária,
R-Realizada ao longo da sua Carreira.
A-Autora de várias obras de Prosa e Poesia,
Q-Querida organizadora de Jogos Florais,
U-Universaliza os Concursos Literários...
E-É da Academia Virtual Sala Poetas/AVSPE!
Z-Zelosa defensora da Cultura Portuguesa,
A-Apresenta Premiações e Condecorações.
-
P-Professora, Acadêmica, Poetisa, Escritora,
R-Referência em “Castiglione di Sicília/2006”:
O-O prêmio “Poesia/Prosa e Arti Figurative.”
F-Faz da Casa onde nasceu “Museu da Poetisa”
E-Espaço algarvio, com amplo salão e açotea;
S-Sinaliza construção dos avós, datada de 1899.
S-São próprias, as belas telas pintadas à óleo.
O-Obras pessoais e coletivas estão sobre a mesa.
R-Reserva relíquias da Avó e Oratório de Fátima.
A-Abre à visitação amiga, sem fins lucrativos.
-
PARABÉNS PELA SUA VIDA!
-
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, 10 de novembro de 2008.
Fontes:
http://poesiaemmovimento.blogspot.com/
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/silviaraujomotta

http://clubedalinguaport.blogspot.com/

http://groups.msn.com/CASADASLETRASEDASARTESDOTROVADOR/clubebrasileiro.msnw?action=get_message&mview=1&ID_Message=133338
---***---
Email:
silumotta@hotmail.com

Sílvia Araújo Motta disse...

Maria José Fraqueza,

PARABÉNS POR SUA VIDA!

UM BEIJINHO DOCE,

Sílvia Araújo Motta
Belo Horizonte/Minas Gaeris/Brasil

VALÉRIA VICTORINO disse...

Querida,

Parabéns pelo investimento na poesia e na cultura humana. Simplesmente maravilhosa a sua iniciativa e atitude. Encantada...
Abraços
Valéria Victorino Valle