segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

AS MINHAS TROVAS

Trovas Inéditas de Maria José Fraqueza

Minha boneca de sonho…
Vivências da mocidade!
Pensamento que transponho
No meu portal de saudade!

Pelas procelas da vida
Passei tanto vendaval
A cada onda vencida
Nela afundei o meu mal!

Embora mesmo distante
O coração do quem ama
Longe dum fiel amante…
O amor acende a chama.

Por mais longe que se esteja...
Um fiel apaixonado
A toda a hora deseja
Estar mais perto do amado!

Tão longe… mas sempre perto
Na distância, em pensamento
É como estar num deserto…
Nas asas do sentimento!

A vida é uma corrente
Corre, corre, desmedida
Mal sai da sua nascente
Jamais encontra a subida.

A vida é uma passagem
Por este espaço terreno
Chega ao final da viagem
Neste mundo tão pequeno

Temos de viver a vida
Tal e qual como ela é
Com subidas e descida
Sem nunca perder a Fé!

Viver é manter os sonhos
Na nossa vida a rodar
Pensar em dias risonhos
Na rota do Verbo Amar!

Quando a tristeza transponho
Neste imenso mar da vida...
Levo na minha alma o sonho
A cada onda vencida!

A nossa alma cristã,
Existe dentro de nós.
Porque ela é talismã
Que nunca nos deixa sós!

Se queres viver feliz
Afasta do peito a dor
Com grande força motriz
Constrói um mundo de amor!

Nas caravelas da vida
Eu navego no alto mar
Em cada onda vencida
Num eterno navegar

Minha vida colorida…
Com as tintas da saudade
Nos negros quadros da vida
Vou pintando a Amizade

Constrói um mundo de paz
Põe sempre no teu roteiro
O carinho que me dás
E o meu amor verdadeiro

Constrói um mundo de amor
Segue sempre boa estrada
Nesse berço embalador
Que p'la mãe foi embalada!

Constrói um mundo sem guerra
Sem balas e sem canhões
Ah!Quanta beleza encerra
O amor entre as Nações!

A palavra inacabada…
Ficou-me dentro do peito
Porque nele eu fiz morada
Dum puro amor o conceito.

Num altar de devoção…
Quis o meu amor prender
Na caixa do coração
Ele sai sem eu querer!

Na meditação, medito
A meditar eu me abrigo
Abafo no peito o grito
Na palavra que não digo.

Falas muito, fazes pouco
Isso também eu já sei
inda acreditas que um louco
Terá palavra de rei?

De palavras e promessas
Está este mundo cheio
Por mil portas e travessas…
Anda em leilão o paleio!

De promessas só cartaz,
P’ra ganhar uma eleição
És bastante perspicaz…
Com faca e queijo na mão?

Amor e Paz, dom divino...
Excelsa dualidade!
Para ver no Deus Menino,
O conceito de Irmandade.

Sementes dum amanhã,
Cada dia mais risonho
Amor e Paz – talismã...
Deste meu mundo de sonho!

Nasçam marés de bonança,
Correntes de Paz e Amor
Que dê a cada Criança
O seu Paraíso em Flor!

Perdoa ao teu semelhante
Sem juízos de valor
Segue na rota constante
Conduz a Barca do Amor!

Eu desculpo a tua falta
Mas é só Deus das alturas
Quem perdoa, ama e exalta
Aos que nos causam torturas

O perdão é tão sublime
É um acto de louvor
E quem o dá se redime
Em sentimentos de Amor!

Olha o que deu o combate,
Da desavença da amada!...
Ele atirou-lhe o tomate,
Ela fez-lhe uma salada!

Ó meu bom Deus, eu te peço
Numa prece bem sentida
Que a alegria do regresso
Se eleve à dor da partida.

O regresso é barco à vela
Como onda a beijar o cais
O final duma procela
Que arranca à alma nossos ais!

Anuncia a primavera
O regresso da andorinha
Um renovar da quimera
Nesta saudade só minha!

Quem tem palavra de Rei
Não pode voltar atrás!
P’los teus deslizes, já sei…
Cumpri-las? Não és capaz!

Esta nova geração
Perante o mundo actual
Tem de lutar p’la união
Duma paz universal!

Enquanto o homem viver
Cego pela ambição
O jovem pode vencer
Dando ao adulto a lição!

4 comentários:

Anónimo disse...

PARABÉNS POR ESTE POEMA. DIVINAL. AGRADECIA QUE ME DESSE INFORMAÇÕES SOBRE OS PRÉMIOS DO BRASIL DO CONCURSO DA SOCIEDADE DE CULTURA LATINA, PARA O MEU MAIL renatovaladeiro@sapo.pt. OBRIGADO PELA SUA ATENÇÃO DESDE JÁ E FORÇA PARA CONTINUAR A ESCREVER COM A MESMA INPIRAÇÃO DO MOMENTO.

Anónimo disse...

PARABÉNS POR ESTE POEMA. DIVINAL. AGRADECIA QUE ME DESSE INFORMAÇÕES SOBRE OS PRÉMIOS DO BRASIL DO CONCURSO DA SOCIEDADE DE CULTURA LATINA, PARA O MEU MAIL renatovaladeiro@sapo.pt. OBRIGADO PELA SUA ATENÇÃO DESDE JÁ E FORÇA PARA CONTINUAR A ESCREVER COM A MESMA INPIRAÇÃO DO MOMENTO.

//Anizio disse...

Quatas trovas versejadadas
Quatas expressão de amor
Que surgem no pensamento
De um poeta sonhador
Levando a todos alegria
Pra sentir mais euforia
Neste mundo sonhador...
**********************
Parabens querida poetisa...
//Anizio

//Aniz� disse...

A poetisa se inspira*
De alma e de coração*
Trazendo forte emoção*
Que ouço ao som da lira*
Que os amantes suspira*
Por seu amor desejado*
Com versos metrificados*
Faz aos que amam viver*
Amando sentir prazer*
Juntihos entrelaçados.*
**********************
//Anizio